Como fazer oxigenador para aquário sem uso de energia elétrica

oxigenador sem energia (3)Algumas vezes necessitamos de oxigenar a água do aquário e não temos energia elétrica ou queremos transportar algum peixe e não temos energia elétrica. Quando eu me deparei com essa necessidade eu bolei esse sistema para resolver o meu problema. Leia mais ›

Publicado em faça você mesmo, oxigenação Marcado com: ,

Vantagens e desvantagens de tampar o aquário

Você provavelmente já deve ter ouvido as pessoas a falarem que tampar o aquário com tampa de vidro é bom e outras falando que não é bom, afinal é bom ou não tampar o aquário?
Vantagens
Evaporação: Em todo aquário existe uma evaporação no aquário de água doce isso não é algo tão preocupante como em aquário de água salgada por que quando a água evapora existe uma maior concentração de sal na água. A água bate na tampa de vidro condensa e retorna para o aquário fazendo com que você tenha que repor menos água.
Saltadores: Muitos peixes são saltadores natos, e é muito chato chegar em casa e ver o seu peixe seco no meio da sala.
Protege as lâmpadas: Como as lâmpadas estão muito próximas da água pode respingar água nas lâmpadas se não tiver tampa.
Desvantagens
Atrapalha na troca gasosa: A superfície da água é como se fosse nossos pulmões, com a tampa atrapalha o fluxo de ar podendo dessa forma pode ter mais gases diversos do que oxigênio. Podendo influenciar no PH.
Atrapalha a penetração da luz: O vidro bloqueia a passagem da luz. É necessário limpar a tampa com frequência  dependendo do que tem dentro do aquário.
Aumento da temperatura: Como não existe troca gasosa o ar fica mais quente e elevando a temperatura da água principalmente em dias mais quente.
Muitos itens citados acima podem ou não ser critico para o seu aquário, se é um aquário de água doce, salgado, aquário plantado etc. tudo isso interfere você já deve ter reparado que aquário de água salgada a tampa de madeira é diferente do que os de água doce porque as necessidades são diferentes. E é possível resolver alguns problemas apenas usando uma tela como tampa dessa forma os peixes não pulam para fora, não dificulta a troca gasosa e não afeta na iluminação.

Publicado em Tudo Sobre Aquário Marcado com: ,

Como alimentar os peixes de aquário

Quando vamos alimentar os nossos peixes é a melhor hora para nós observarmos nossos peixes e sabermos como eles estão.
Nos temos uma variedade imensa de alimentos para os peixes. As rações industrializadas são as mais conveniente e seguras sem ter a possibilidade introduzir doença no aquário.
Os peixes precisam dos mesmos tipos de alimentos que nós, proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e minerais. Proteína é necessária para o crescimento saudável dos peixes e auxilia na reprodução também. O carboidrato é a fonte de energia para o corpo. A gordura cria uma camada protetora e serve também como uma reserva de energia. As vitaminas e minerais serve para a saúde e bom funcionamento do metabolismo dos peixes.A quantidade necessária de cada nutriente para os peixes vai depender da espécie por isso encontramos grande variedade de comida para peixes em lojas do ramo.Quantidade de comida é algo difícil de falar de forma genérica por que vai variar de especie do peixe a quantidade de peixes e o tamanho dos peixes. Uma regra que atende a maioria dos casos é que a comida colocada no aquário tem que acabar em 2 a 3 minuto e nunca deve sobrar comida no aquário. Sempre  tome cuidado com o excesso de comina da água pois esse excesso de comida irá estragar a água do aquário. Variar o tipo de comida é muito interessante para os peixes para que os peixes recebam quantidades de nutrientes diferente.
Tipos de comida para peixes:
comidas industrializadas:
IMG_1318Comida granulada : 
Ideal para peixes de grande porte que conseguem engolir o alimento inteiro, como as carpas.Os granulados flutuam por um tempo e depois afundam.

 

Leia mais ›

Publicado em Tudo Sobre Aquário Marcado com: , ,

Como fazer alimentador gradativo para artêmias

artemiEu gosto muito de dar artêmias para os meus peixes e para que eu possa dar uma boa quantidade de artêmias para os meus peixes sem precisar desligar as bombas e filtros montei esse pequeno sistema para que as artêmias fiquem caindo gradativamente para que os peixes possam comer antes que as bombas e filtros suguem as artêmias.
Peguei um tubo de ensaio (esses de tempero ou que ganhamos de lembrancinha com doces em festa de aniversário) e fiz um furo na parte de baixo do tubo de ensaio dessa forma as artêmias que estiverem nadando no fundo do tubo vão saindo pouco a pouco  podendo demorar horas para acabar as artêmias se você quiser pode fazer mais de um furo e em alturas diferentes para as artêmias saírem mais rápido .Esse furo deve ter mais ou menos 4 milímetros de diâmetro. Se você não quiser que o alimentador fique “nadando” pelo aquário pode ser colado um ventosa ou fazer um furo para encaixar a ventosa. Para colocar as artêmias no alimentador gradativo com uma redinha separe a quantidade que deseja dar para os seu peixes passe em água corrente  e coloque dentro do tubo de ensaio. Outro motivo que eu gosto de fazer isso é que eu perco bem menos artêmias por que consigo dar uma grande quantidade de artêmia para os meus peixes e elas não morrem antes de serem servidas.

 

Publicado em faça você mesmo Marcado com: , ,